CORONAVIRUS E SUA VIAGEM A NOVA ZELANDIA

Perguntas Frequentes

Perguntas sobre Vistos

Eu tenho um visto limitado e não posso viajar. O que devo fazer?


Se você tem um visto limitado que está prestes a expirar, verifique a resposta da pergunta nº 2 para descobrir se você deve ou não solicitar outro visto.




Meu visto expira nas próximas semanas. No meu país, eles não me deixam entrar porque fecharam as fronteiras, o que eu faço? Devo solicitar um visto?


Informação atualizada (27/03/20)


O New Zealand Government Epidemic Management anunciou que a nova medida relacionada a assuntos de Imigração entra em vigor na quinta-feira, 2 de abril de 2020.
Com isso, os titulares de um visto de trabalho, estudante ou visitante com data de expiração em até 1º de abril de 2020 e que não podem deixar a Nova Zelândia devem solicitar um novo visto online. Um visto provisório será emitido.


Os titulares de um visto de trabalho, estudante, visitante, limitado ou provisório com data de expiração entre 2 de abril e 9 de julho de 2020, que estejam na Nova Zelândia em 2 de abril de 2020, terão seus vistos automaticamente estendidos até 25 de setembro de 2020. A confirmação das prorrogações será enviada por e-mail para todos os titulares dos vistos que se enquadrarem nesse critério.




Eu tenho um visto de trabalho e, devido ao coronavírus, perdi o emprego. O que eu faço agora? Meu visto perde a validade? Que tipo de visto devo processar se não puder retornar ao meu país?


Em geral, as pessoas que perdem o emprego para o Covid-19 e possuem vistos de “Essential Skills” (específicas do empregador) terão que solicitar outro visto (estudante, trabalho, visitante ou fazer uma variação das condições) o mais breve possível. O INZ não possui prazos específicos para isso, geralmente o mais rápido se traduz entre 1 a 2 meses.




Acabei de chegar, que medidas devo tomar e por quanto tempo elas estarão em vigor?


Confira a declaração da Immigration New Zealand aqui aqui




Eu já tenho meu visto de estudante aprovado com uma data específica de entrada (Entry before date), mas não posso viajar antes da data que diz o meu visto.


Se você é um estudante afetado por restrições de viagem e possui um visto de estudante com uma determinação de "entry before date", a INZ modificará as condições do seu visto para permitir que você viaje em qualquer data dentro do período do seu visto. Você receberá um visto reeditado da INZ. Mas isso só vale para quem recebeu o visto de estudante antes das medidas restritivas de viagem começarem a vigorar.




Tenho um visto aprovado e não posso viajar a tempo de chegar na data de início do meu curso. Posso alterar a data de início? O meu visto é prorrogado?


Sim, você pode alterar a data de início do seu curso (se você estiver fazendo o processo conosco, nós cuidamos disso); no entanto, até o momento a imigração não determinou a extensão do tempo de visto nesses casos. Isso significa que, se o tempo do seu visto terminar antes do tempo do seu curso, você precisará solicitar um novo visto pelo tempo restante do curso.




Estou em processo de solicitação de visto de estudante, mas ainda não recebi uma resposta do meu visto, mas é mais provável que não consiga viajar pelas datas que havia estabelecido.


Você deve entrar em contato com seu provedor de estudos o quanto antes (se estiver fazendo o processo conosco, nós cuidamos disso) e solicitar uma nova carta de aceitação do curso com novas datas (adiamento da carta de inscrição) e atualizar essas informações no sistema para que seja verificado pela INZ antes da aprovação do visto.




Os residentes estão sujeitos a restrições de viagem?


Residentes com condições de viagem (travel conditions) válidas podem viajar para a Nova Zelândia. A autorização de viagem estará sujeita às condições e restrições de viagem. Consulte a imigração para entender o seu caso específico.




Posso obter um reembolso pelo meu visto ou NZeTA se não puder viajar para a Nova Zelândia devido a medidas de fronteira?


Pessoas que já receberam um visto ou NZeTA, mas não podem mais vir para Nova Zelândia não podem obter um reembolso. O INZ observa que a maioria dos viajantes chineses recebem um visto de visitante com entradas múltiplas por até um máximo de cinco anos. Se você é portador do NZeTA, ele é válido por dois anos.




Solicitei um visto, mas não posso mais viajar para a Nova Zelândia como planejado originalmente devido a restrições. Posso retirar minha inscrição e obter um reembolso?


Os candidatos que solicitaram um visto e que não desejam mais ou não podem viajar para a Nova Zelândia podem retirar sua inscrição entrando em contato com a INZ. O INZ está procurando opções de reembolso para pessoas cujos vistos ainda não foram aprovados e são afetados pelas restrições de viagem.




Meu parceiro (a) tem um visto de trabalho, posso entrar na Nova Zelândia com meus filhos?


Se o seu parceiro (a) tiver um visto que estende os benefícios para sua família (cônjuge e filhos dependentes) e vocês já possuem seus vistos válidos e já estavam vivendo na Nova Zelândia, mas saíram temporariamente por um curto período (por exemplo, férias), poderão retornar e entrar no país sem a necessidade do detentor principal do visto viajar com o resto da família.

Na chegada à Nova Zelândia, todos devem passar pela quarentena de 14 dias ordenada pelo governo.

Se o parceiro (a) possuir o visto, mas sua família ainda não tiver processado seu pedido de visto, poderão fazê-lo sem nenhum problema, mas apenas será possível viajar quando as restrições de viagem forem suspensas.




Com as atuais restrições de viagem, quem pode entrar na Nova Zelândia?


Podem entrar:

  • Cidadãos e residentes.
  • Casais e filhos de cidadãos e residentes com vistos válidos se estiverem viajando com a pessoa que tem o status de residente / cidadão (será avaliado caso a caso).
  • Filhos parceiros e dependentes de trabalhadores que possuem visto de trabalho e cujos dependentes já tinham seu visto aprovado e estavam na Nova Zelândia, mas saíram do país por um curto período de tempo (por exemplo, férias) mas a Nova Zelândia já era seu local de residência.
  • Pessoas com visto de trabalho cujas ocupações são essenciais para enfrentar a crise Covid19 (por exemplo, médicos, enfermeiros, cuidadores, profissionais de saúde).
  • Exceções serão estudadas caso a caso por razões humanitárias, entre outras.

(TUDO ESTÁ SUJEITO A UM CASO POR ESTUDO DE CASO E À ESPERA DE NOVA COMUNICAÇÃO DO GOVERNO)




Quem não pode entrar na Nova Zelândia durante o período de restrições de viagem?


Pessoas com vistos de:

  • Estudante
  • Visitante
  • Trabalho (Ver pergunta 13)

(Forneceremos maiores detalhes assim que tivermos as respostas dos órgãos competentes)




A Imigração Nova Zelândia continuará operando?


O processamento de vistos continuará durante o período de quarentena, mas com um número reduzido de oficiais de imigração.




O que devo fazer se estiver na Nova Zelândia e precisar adiar o início do meu curso?


(Resposta em desenvolvimento)




E se eu estiver no exterior e tiver um visto válido, mas quiser adiar meu curso?


Se você não estiver na Nova Zelândia e desejar adiar seu curso no final para o final ano de 2020 ou no início de 2021, seu visto permanecerá válido durante esse período e as condições de viagem ainda serão aplicadas. Para isso, a instituição deve notificar a INZ de sua situação para que seu visto possa ser atualizado.




Tenho problemas com meu visto, preciso de ajuda. O que posso fazer?


A SEA International é uma agência de serviços de educação e imigração para Nova Zelândia. Toda a nossa equipe continua trabalhando para ajudá-lo a encontrar soluções para esse momento de crise que vivemos. Se você precisar de ajuda, por favor, preencha o formulário de contato aqui ou escreva-nos no WhatsApp em +64 210 520 382





Informações Relevantes

Fechamento temporário da fronteira


A partir de 23h59 de quinta-feira, 19 de março de 2020

A maioria dos viajantes estrangeiros não podem mais entrar na Nova Zelândia. Residentes e cidadãos podem retornar ao país, mas devem ficar em quarentena na chegada.

Cidadãos da Nova Zelândia, residentes permanentes, residentes com condições válidas de viagem e membros imediatos da família (parceiro ou cônjuge, responsável legal e filhos dependentes menores de 24 anos) ainda podem vir para a Nova Zelândia. Cidadãos australianos e residentes permanentes que normalmente moram na Nova Zelândia também podem retornar ao país.

NOTA

Todos os viajantes estrangeiros que já têm passagens aéreas compradas, devem checar as condições com a companhia aérea.

A imigração da Nova Zelândia pode fazer exceções, para:

  • Razões humanitárias

  • Profissionais de saúde e outros trabalhadores essenciais

  • Cidadãos de Samoa e Tonga para viagens essenciais à Nova Zelândia

  • Quem tem visto de visitante que seja cônjuge ou dependente de alguém que tenha um visto de trabalho temporário ou visto de estudante, e que já mora normalmente na Nova Zelândia e esteja atualmente na Nova Zelândia.

Nenhum outro viajante estrangeiro pode entrar na Nova Zelândia. Residentes e cidadãos que retornam devem ser isolados por 14 dias após a chegada.

A Immigration New Zealand (INZ) está trabalhando com o Ministério da Saúde e outras agências governamentais para gerenciar o surto de COVID-19. Essas restrições serão revisadas em 14 dias.

Todos os viajantes que chegarem na Nova Zelândia devem ser isolados por 14 dias.




O que é auto-isolamento?


Segundo o site do Ministério da Saúde da Nova Zelândia, as pessoas isoladas devem se distanciar de situações em que podem infectar outras pessoas.

Isso inclui reuniões sociais, trabalho, escola, instalações de acolhimento de crianças, universidades, reuniões religiosas, instalações superiores de saúde e assistência, prisões, reuniões esportivas, restaurantes e todas as reuniões públicas.

"Se você é visitante da Nova Zelândia, isso significa que você deve evitar sentar em um restaurante ou participar de qualquer tipo de grupo de turismo", disse a primeira-ministra Jacinda Ardern.




SUBSIDIOS SALARIAIS


INFORMAÇÃO DO MINISTÉRIO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL SOBRE OS SUBSIDIOS SALARIAIS

Suporte ao empregador COVID-19

Temos subsídio salarial e deixamos o pagamento disponível para apoiar os empregadores afetados pelo COVID-19.

Subsídio Salarial

O governo desenvolveu um subsídio salarial COVID-19 para empregadores em todas as regiões. O objetivo é apoiar negócios em que o empregador tenha sido afetado e esteja enfrentando demissões ou horas reduzidas devido à COVID-19.

Quem pode obtê-lo?

Se você é um empregador, contratado, comerciante único ou trabalha por conta própria, pode se qualificar para o subsídio de salário COVID-19.

Para se qualificar:

  • Sua empresa deve estar registrada e operar na Nova Zelândia.
  • Seus funcionários devem estar trabalhando legalmente na Nova Zelândia.
  • A empresa deve ter experimentado uma redução mínima de 30% na receita real ou prevista durante o período de um mês em comparação com o mesmo mês do ano passado, e essa redução deve estar relacionada ao COVID-19.
  • Sua empresa deve ter tomado medidas ativas para mitigar o impacto do COVID-19.
  • Você deve enviar todos os esforços para reter funcionários e pagá-los, no mínimo, 80% de seus ganhos normais durante o período subsidiado.

Quanto você pode obter:

O subsídio salarial COVID-19 será pago a uma taxa fixa de:

  • $ 585.80 NZD para pessoas que trabalham 20 horas ou mais por semana
  • $ 350.00 NZD para pessoas que trabalham menos de 20 horas por semana.

O subsídio é pago como um montante fixo e cobre 12 semanas por funcionário. Este subsídio é aplicável apenas para salários com intuito de ajudá-lo a manter sua equipe empregada, considerando as mudanças que podem ser necessárias à medida que a interrupção continua, e para garantir a viabilidade futura de seus negócios. O subsídio máximo que pode ser pago a uma empresa é de $ 150,000 NZD. As empresas podem obter esse subsídio apenas uma vez.




Tempo de processamento de vistos


A INZ está trabalhando duro para minimizar os impactos da covid-19 e o fechamento de seu escritório em Pequim. Espera-se que a maioria dos pedidos de visto de estudante e visitante continue a ser decidida dentro dos prazos normais.

O tempo de processamento de solicitações que não são enviadas com toda a documentação necessária ou exige verificação adicional, levará mais tempo. Os candidatos devem garantir que forneceram tudo o que é necessário e que apresente pelo menos oito semanas antes da data de vencimento da viagem ou do visto.

Devido à reatribuição de trabalho a outros escritórios, esperamos que o tempo de processamento dos vistos de trabalho aumente e é recomendável que esses pedidos sejam enviados três meses antes da data de início do visto.





situação empregatícia

Eu tenho um visto de trabalho válido, poderei entrar quando as restrições de fronteira forem levantadas?


Sim, se o seu visto de trabalho ainda estiver em vigor após a suspensão das restrições de fronteira, você poderá entrar no país.

Durante o tempo de restrições de entrada no país, apenas será permitida a entrada de pessoas cujas ocupações são essenciais para enfrentar a crise Covid19 (por exemplo, médicos, enfermeiros, cuidadores, profissionais de saúde).




Eu tenho um visto de trabalho e, devido ao coronavírus, perdi o emprego. O que eu faço agora? Meu visto perde a validade? Que tipo de visto devo processar se não puder retornar ao meu país?


Em geral, as pessoas que perdem o emprego para o Covid-19 e possuem vistos de “Essential Skills” (específicas do empregador) terão que solicitar outro visto (estudante, trabalho, visitante ou fazer uma variação das condições) o mais breve possível. O INZ não possui prazos específicos para isso, geralmente o mais rápido se traduz entre 1 a 2 meses.




Subsídios salariais


Os subsídios salariais estarão disponíveis para todos os empregadores que forem significativamente afetados pelo COVID-19 e, como resultado, tiverem dificuldade em manter os funcionários.
Subsídios salariais estarão disponíveis para empresas significativamente afetadas pelo COVID-19, que incluem:
• empregadores que lutam para manter funcionários
• comerciantes
• trabalhadores independentes
• empresas existentes
• instituições de caridade registradas
• organizações não governamentais
• empresas incorporadas
• entidades governamentais pós-liquidação
• novos negócios com menos de um ano
O subsídio é de NZD 585,80 por semana para um funcionário em período integral (20 horas ou mais) e NZD 350,00 por semana para um funcionário em período parcial (menos de 20 horas).
O pagamento será feito através de um montante fixo por um período de 12 semanas.
Isso significa que os empregadores receberão um pagamento de NZD 7.029,60 para um funcionário em período integral e NZD 4.200,00 para um funcionário em regime de meio período.
As empresas afetadas podem fazer a solicitação acessando o site Work and Income.




Leave Payment


A partir das 15h de 27 de março de 2020, o Leave Payment COVID-19 não está mais disponível para os empregadores. As solicitações já enviadas continuarão sendo processadas e pagas.
O governo está trabalhando em arranjos para aqueles que estão no trabalho essencial que necessitam de licença médica devido ao COVID-19.




Redução de horário de trabalho


Exemplo: aceitar uma redução temporária de horas.
Em geral, se um contrato de trabalho determina o horário de trabalho do empregado, o empregador não pode alterá-lo sem o consentimento do empregado. Se o contrato de trabalho indicar que um empregador pode alterar as horas de trabalho, ele ainda deve agir de maneira justa e razoável antes de fazê-lo. Mais informações aqui




Férias anuais enquanto o local de trabalho está temporariamente fechado


Exemplo: Acordar que um funcionário gozará férias anuais a serem pagas enquanto o local de trabalho estiver temporariamente fechado.
Como primeiro princípio, os funcionários devem poder decidir quando tirar férias anuais. Empregadores e funcionários podem concordar em tirar férias anuais durante o fechamento temporário do local de trabalho devido ao COVID-19. Se não houver acordo entre empregador e funcionário, um empregador poderá determinar que o empregado tire férias anuais se tiver discutido isso com ele e fornecido um aviso prévio de 14 dias antes da licença anual. As férias anuais devem ser pagas à taxa de salário contratada do funcionário.




Trabalhando em casa


Ao trabalhar em casa, você deve priorizar seus cuidados de saúde e segurança e a saúde e segurança de seus dependentes.
Isso inclui estar ciente dos riscos ao seu redor e determinar como gerenciá-los. Por exemplo, faça pausas para controlar a fadiga e verifique se o seu espaço de trabalho é ergonomicamente correto.
Mantenha um contato aberto com seu empregador. Aja de boa fé e seja honesto sobre como se sente e sobre quaisquer preocupações que tenha.









Linhas de ajuda

SEA INTERNATIONAL


PORTUGUÊS: +64 210 520 382

ESPANHOL: NZ: +64 210 252 1473 / +57 301 3675609




Employment NZ


Você pode contatar a Employment line ligando para 0800 209 020 ou pelo e-mail: info@employment.govt.nz.




Citizen Advice Bureau


Ajuda as pessoas a entender seus direitos e obrigações e dá a elas o apoio necessário para agir.

0800 367 222

https://www.cab.org.nz/find-a-cab/contact-us/




Heathline


Se se sentir doente, consulte médicos para reportar sintomas relacionados ao Covid-19 ou alguma outra enfermidade.

0800 611 116

https://www.health.govt.nz/your-health/services-and-support/health-care-services/healthline




Depression Line


SUPORTE GRATUITO 24/7:

0800 111 757

TEXT 4202

https://depression.org.nz/contact-us/




Youth Line


Atua com desenvolvimento de liderança e habilidades pessoais em jovens.

https://www.youthline.co.nz/

Ligação Gratuita: 0800 376 633 | Mensagem Gratuita: 234




Mental Health Line


https://www.mentalhealth.org.nz/get-help/in-crisis/helplines/

Precisa conversar? Ligue ou envie uma mensagem de texto gratuita para 1737 a qualquer momento para obter apoio de um profissional especializado.

Linha de vida - 0800 543 354 (0800 LIFELINE) ou texto livre 4357 (AJUDA)

Linha de Apoio à Crise do Suicídio - 0508 828 865 (0508 TAUTOKO)

Healthline - 0800 611 116

Samaritanos - 0800 726 666





ENTRE EM CONTATO

CONTATO

BRASIL (PORTUGUÊS)

+64 210 520382

NOVA ZELÂNDIA (ESPANHOL-INGLÊS)

+64 210 252 1473

AMÉRICA LATINA (ESPANHOL)

+57 300 2041923

+57 301 3675609

E-MAILS

brazil@sea-international.com

ESCRITÓRIOS

Auckland, Nueva Zelanda

87 Albert Street, Level 6 - Office 605 

Auckland CBD (Big Albert Building)

Bogotá, Colômbia

Tel: (01) 744 6664  

Carrera 15 # 91 - 30. Piso 4

© SEA International Limited. All rights reserved. New Zealand. 2019. Terms and conditions and Copyright Images. Data treatment policy